Notícias

Peritos internacionais levam recomendações do Parlamento da Saúde

Especialistas nacionais e internacionais discutiram nos últimos dias os principais desafios e oportunidades para o Serviço Nacional de Sáude (SNS) no período pós Troika e ouviram o que as comissões do Health Parliament sugeriram

Neste primeiro encontro de trabalho da “Avaliação Externa das Políticas de Saúde” a discussão centrou-se no futuro da integração de cuidados, nos desafios do financiamento do SNS e sobre quais os determinantes a serem intervencionados para melhorar a saúde dos portugueses. A convite do Ministério da Saúde, Organização Mundial de Saúde e Observatório Europeu de Sistemas de Saúde o Health Parliament marcou presença e transmitiu a sua visão sobre o futuro da saúde em Portugal.

A comissão de Barreiras aos Cuidados de Saúde fez-se representar no evento e nas soluções. Um dos aspetos que mereceu maior atenção pelos participantes no painel foi a integração de cuidados, tema no qual a Comissão já apresentou a proposta de projeto piloto para utilização de novas tecnologias (videoconsulta, partilha da informação clínica relevantes, entre outros), que aproxima os cuidados primários dos hospitalares, com ganhos clínicos e económicos relevantes para o sistema de saúde e para o doente. Outro dos temas foi o da literacia em saúde sendo que a comissão está já a colaborar com o Ministério da Saúde, através do projeto SNS + proximidade, com o objetivo de ajudar o cidadão, com ou sem doença, a interagir com o SNS de forma mais efetiva.

Também a este propósito, a comissão do Doente no Centro da Decisão incluiu uma das suas propostas: o mapeamento do percurso dos doentes. Não só no que diz respeito à sua doença, mas também relativamente a questões sociais e comportamentais. “O conhecimento mais aprofundado do percurso do doente pode dar resposta a muitas falhas do sistema ao mesmo tempo que permite a implementação de iniciativas de promoção da literacia em saúde e uma organização dos sistemas mais efectiva”, explica Patrícia Gouveia, do Health Parliament Portugal.