Notícias

“O atual modelo de financiamento do SNS é desadequado e desajustado às necessidades presentes e desafios futuros”

Dos seis grupos de trabalho à escolha, Elsa Picão acreditou que a comissão de Ética poderia ser o menos cobiçado. Mas para ela era, sem dúvida, "muito interessante porque diz respeito a todos". Viu ali uma oportunidade de colocar algumas questões. A parlamentarista do Health Parliament Portugal ressalva ainda o facto de o tema escolhido pelo grupo em que está inserido - os dados e a proteção dos mesmos - estar a ser "o substrato da análise de muitas comissões"

O que a fez querer participar neste projeto?

O carácter inovador da iniciativa. Inovador ao juntar num mesmo espaço de debate as três dimensões da saúde: politica, económica e médica. Inovador ao promover o debate de ideias, troca de experiências e criação de rede entre participantes com percursos profissionais distintos e interesse pela saúde. Inovador por ser um exercício de participação cívica ao assumir o compromisso de apresentar publicamente as recomendações propostas.

Em que medida a sua experiência pessoal é uma mais-valia para o Health Parliament?

A primeira mais-valia, comum aos restantes participantes, é ser utente, consumidora de serviços de saúde, saber como estão organizados e ter vontade de pensar de forma construtiva o futuro da Saúde e Política de Saúde em Portugal. Depois, a formação em Economia e a experiência profissional em organizações internacionais (como o Parlamento Europeu). O interesse por saúde global e diplomacia da saúde, health big data e inovação social em saúde permitem-me trazer para a debate uma perspetiva global e multidisciplinar dos desafios de saúde e contribuir no grupo de trabalho para a identificação de recomendações de consenso e facilitação de soluções de compromisso.

Qual é a melhor característica da Saúde em Portugal? E a pior?

Ponto positivo: qualidade e nível de formação e qualificação dos profissionais de saúde nas diversas áreas/dimensões da prestação de cuidados e relação como doente.
Ponto negativo: o atual modelo de financiamento do SNS, desadequado e desajustado às necessidades presentes e desafios futuros (demográficos, tecnológicos, I&D, retenção de talentos, incidência de doenças como o cancro ou a diabetes ...)

Dê uma ideia concreta para aplicar na Saúde

Definir quais os níveis e qualidade de serviço que o país quer oferecer às populações bem como qual o financiamento disponível. Estas são variáveis chave para depois se poder definir uma estratégia clara, alocar recursos competentes e adequados, implementar as medidas necessárias e introduzir análise de health big data nos processos de tomada de decisão e avaliação de impacto.