Notícias

Apresentação do projecto SNS + Proximidade com o contributo da Comissão de “Barreiras aos Cuidados de Saúde”

A Comissão 'Barreiras aos Cuidados de Saúde' tem vindo a discutir com o Ministério da Saúde algumas das recomendações da sua lista e, agora, explica-nos o que andam a desenvolver com o Governo

No passado dia 22 de Junho, foi apresentado publicamente pelo Secretário de Estado Adjunto e da Saúde Fernando Araújo, o projecto-piloto “SNS + Proximidade”, do qual fazem parte diversas entidades prestadoras de cuidados do Norte do país, nomeadamente o Hospital Pedro Hispano e os centros de saúde de Matosinhos, o Centro Hospitalar do Porto, o Hospital de Santa Maria Maior em Barcelos e os Agrupamentos de Centros de Saúde (ACeS) de Gondomar, Porto Ocidental e Esposende/Barcelos. Este projeto tem como objetivo avaliar a eficácia dos processos que irão ser testados e numa fase posterior, o seu impacto em termos de ganhos em saúde para a população.

Irão ser testadas estratégias de capacitação dos Cuidados de Saúde Primários a diversos níveis, desde a literacia em saúde, à requalificação de espaços, passando também pela gestão da doença aguda e pelo desenvolvimento do “Plano Individual de Cuidados” dos doentes que mais utilizam os serviços de saúde. Tudo isto com o objetivo de potenciar a integração de cuidados, a gestão do percurso das pessoas no SNS e tornar os cidadãos mais capazes para que possam tomar decisões informadas na gestão do seu percurso.

No seguimento do trabalho que tem sido desenvolvido nos últimos meses pela Comissão de “Barreiras aos Cuidados de Saúde” do Health Parliament Portugal, algumas das recomendações aprovadas no último plenário têm já sido alvo de discussão em reuniões com o Ministério da Saúde, de forma a permitir a integração destas em alguns do projetos do “SNS + Proximidade”.

Por um lado, a implementação de um projeto-piloto para testar uma aplicação que irá permitir a partilha de informação e a comunicação efetiva nos diálogos inter-profissionais, entre os médicos da especialidade de Medicina Geral e Familiar e os médicos de outras especialidades hospitalares. Por outro lado, a consciencialização dos utentes para uma melhor utilização dos recursos disponíveis em saúde, através do desenvolvimento de uma estratégia de comunicação para a literacia em utilização dos recursos disponíveis em saúde, que irá passar por um manual digital de fácil compreensão que irá estar disponível ainda este ano, numa biblioteca digital de conteúdos de saúde.

No contexto deste projeto-piloto, a Comissão de “Barreiras aos Cuidados de Saúde” defende uma reflexão que potencie os cuidados primários de saúde como alicerce da prestação universal e sustentável, e na organização de um SNS em torno do cidadão, com soluções estruturadas e sustentáveis que potenciem a resolução de diversas problemáticas e barreiras de acesso à saúde.

Os deputados da Comissão de Barreiras de Acesso aos Cuidados de Saúde do Health Parliament Portugal: Alfredo Miguel Fernandes, Ana Ferreira Castro, António Teixeira Rodrigues, Carla de Carvalho Magalhães, Christian Moreira Taveira, Diogo Serpa Viana, Mafalda Ruas Gonçalves, Rita Carmo Ferreira, Rui Palhais.